DESISTIR

Minha casa não é minha
minha fala não é minha
minha vida não é minha.

Entre o amor e a raiva
só é minha a lágrima
por vir
em algum filme triste futuro
de outro dia inútil e vazio.

Lágrima:
única constante
nessa maldita equação
insolúvel
em água.

Quando não há mais nada
que altere o resultado
só resta seguir o fluxo…

(Deus sabe que tentei.)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *