BRISA

Pesando o peso
pesado do nada
agora…

Busco a leveza
das borboletas que foram
da música que é
do vento que será.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *