SOCIEDADE

Entre o trem e o sonho
a lonjura e a proximidade
a paz e a solidão
o vazio e a saciedade
devagar
divago…

Interrompido apenas
pelo de sempre:
intermináveis coisas
por fazer
sem vontade.

2 respostas

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *