DA IMPOSSIBILIDADE DE JANELA ABERTA

Phantasmas de mosquitos infinitos
povoam meu quarto sempre quente
onde soul
não vou
e suo
com raiva crescente
e lua minguante.

2 respostas

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *