CIDADE VERMELHA

Após a cama
exaustão
comunhão…

Caminhão passando longe
na rua longe longe…

O som
da mente
se cansa.

E a presença amiga
da nostalgia antiga
até parece
de outra vida.

Uma resposta

  1. Engraçado que no dia que li esse poema Fabio, eu estava tão estressado que nem comentar eu quis.rsrsrsPorém, leio sempre tudo aqui.Abraço!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *