O CÉU NO FUNDO

397fa 21 11 07 1804
Me dão tristeza
melancolia danada
as casas em ruínas
paredes descascadas

mas é uma tristeza tão boa
uma saudade engraçada

que se eu pudesse viver na brisa
desconstruía minha morada.

2 respostas

  1. Que lindo! Também acho fantásticas as casas desconstruídas. O tempo as embeleza com sua marca… aliás, lendo o poema, não pude deixar de comparar: o tempo deixa sua marca em todos nós, e desconstrói, e nos expõe… de certo modo, a olhos sensíveis, também nos embeleza nas ruínas dos anos. Tristeza boa, saudade danada….beijosmeus

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *