DAS VIAGENS

Uma viagem que faria com Walter e Ster, todos juntos e felizes… Problemas na compra da passagem. Só eles viajam. Eu fico. Como suportar uma semana assim, longe? O celular de Ster não atende e o de Walter está baixo demais. Durmo? Sonho que converso com Walter na casa de meus avós mortos e sua cabeça parece que vai cair, pesa, se transforma na cara do cristo redentor (no qual não votei, com orgulho) e cai sobre a mesa, separada da corpo, me olhando calada agora estátua sobre uma estranha mesa no quarto dos meus avós mortos. Apavorado, acordo e peço socorro, na sala da casa de meus avós mortos, não à mãe, mas ao pai. Estranho esse fato, inclusive. Pai socorre com palavras. “É assim mesmo, foi só um sonho”. Frio. Acordo com frio e dor de coluna e não estou. Ainda.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *