DE OLHOS FECHADOS

(Para Fábio Neto, criador de belos e inspiradores sons)

Cego eu andei
por caminhos negros
de pedras molhadas

Como caminhei
procurando certos
na estrada errada

Até descobrir
que o tempo todo
eu já tinha asas

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *