SONO

Entre a noite e o dia
há um momento exato e plano
onde dormem os sonhos.

3 respostas

  1. Profundo (sono)!Provavelmente, no mesmo momento em que dormem os génios!MAGIA(na poesia de um)mago Filosóficosabe desconhecendo, como Alcança o impérvio, o sonho Belo…Intuitivamente, pensando escreveOcas palavras densasde subtil Riqueza!estonteante a magia Ocultada sua estrela Cintilante.Hilariante poesia, séria?Aberta, livre, leve…(-re-conheces?)Obs: não sendo possível destacar aqui qualquer letra a negrito, sugiro que o faças -sendo essa a real intenção- a cada letra maiúscula presente ao longo dos versos. Feito isso, “-re-conheces?” (Magia… na poesia!)

  2. Nossa, adorei o poema e a homenagem. Obrigado!! Coloquei no meu site, em Mestres / poemas de amigos, ok? Você tem email ou site seu, Ale? Beijos

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *