FORÇA

Tenho me afastado da força
tenho me afastado da forca
(como palavra
no café da manhã).

Tenho procurado o caminho fácil
mas minha paixão é o difícil
e um palavrão – PORRA!
é necessário
sempre
para manchar meu poema no estômago
antes que ele levemente rime
fraqueza com pureza
de batatas ao vencedor.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *