POEMA-DOCE PARA STELLA

Sinuosa
a idade vem
se instalando

(sibilando
seriedades
sutis)

Por sorte escapa
Stella
escápula aérea
mesmo que sem capa
no sorriso-menino
de amar

Uma resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *