RESPIRO AR

(Para Michele Sato, em seu aniversário)

Tardes de musgos violetas
sem violências
ardem
no plural das coisas fugidias
de outras tardes
longes longes
e tranqüilas
daquela época futura
do encontro.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *