ESCOLHER

À nuvem charmosa e diversa
que zumbe depressa
em torno de versos
prefiro
o um.

O um maior que o todo.

Não
não sou eu
meu eu-lírico.

(Sou mais
ou menos).

Prefiro a sinceridade
do hoje
às promessas de amanhã.

Prefiro a realidade
do sorriso único
à todas as libertarieades.

Prefiro o presente!

Escolho
não só por mim
mas também assim
porque amor.

Uma resposta

  1. Não se deve viver mais que um dia a cada vez.Quem antecipa sofrimentos, além de ser responsável pela criação deste, também é responsável por sua agonia dupla: no antecipadao e no ocorrido de fato.”Caminhante, não há caminho. Faz-se o caminho ao andar.” -> já leste isso? Não me lembro a autoria (perdão), mas vale a pena ser dito.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *